Acervo
 
 
Figuras na Rede - Dec 70
COD: 565



 
Nome:  Figuras na Rede - Dec 70
Autor:  Cicero Dias (1907-2003)
Cdigo:  565


Descrio 
leo s/ tela med 81 x 65 cm. Ass. cid. Reproduzido pag. 285 do livro "Cicero Dias - Oito dcadas de Pintura ". Participou da exposio do Museu Oscar Niemeyer, Curitiba - 2006.

BIOGRAFIA
Cicero dos Santos Dias (Escada PE 1907 -Paris Frana 2003). Pintor, gravador, desenhista, ilustrador,cengrafo e professor. Iniciaestudos de desenho em sua terra natal. Em 1920, muda-se para o Rio de Janeiro, onde matricula-se, em 1925, nos cursos de arquitetura e pintura da Escola Nacional de Belas Artes - Enba, mas no os conclui. Entra em contato com o grupo modernista e, em 1929, colabora com a Revista de Antropofagia. Em 1931, no Salo Revolucionrio, na Enba, expe o polmico painel, tanto por sua dimenso quanto pela temtica, Eu Vi o Mundo... Ele Comeava no Recife. A partir de 1932, no Recife, leciona desenho em seu ateli. Ilustra, em 1933, Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freyre (1900- 1987). Em 1937, presono Recife quando da decretao do Estado Novo. A seguir, incentivado por Di Cavalcanti, viaja para Paris onde conhece Georges Braque, Henri Matisse, Fernand Lger e Pablo Picasso, de quem se torna amigo. Em 1942, preso pelos nazistas e enviado a Baden-Baden, na Alemanha. Entre 1943 e 1945, vive em Lisboa como Adido Cultural da Embaixada do Brasil. Retorna a Paris onde integra o grupo abstrato Espace. Em 1948, realiza o mural do edifcio da Secretaria das Finanas do Estado de Pernambuco, considerado o primeiro trabalho abstrato do gnero na Amrica Latina. Em 1965, homenageado com sala especial na Bienal Internacional de So Paulo. Inaugura, em 1991, painel de 20 metros na Estao Brigadeiro do Metr de So Paulo. No Rio de Janeiro, inaugurada a Sala Cicero Dias no Museu Nacional de Belas Artes - MNBA. Recebe do governo francs a Ordem Nacional do Mrito da Frana, em 1998, aos 91 anos.

Atualizado em 21/05/2010
Fonte: Ita Cultural.